Recent Posts

20.8.07

O véu pintado



Somerset Maugham está hoje fora de moda (num certo sentido, já no seu tempo a sua escrita estava fora de moda), mas é certamente um dos escritores que eu mais frequentei na minha adolescência, graças à velhinha colecção dos Livros do Brasil que havia lá em casa. Como qualquer teenager, à altura fiquei devidamente impressionado com 'O fio da navalha', mas hoje em dia do que me recordo melhor é dos seus excelentes contos, muitas vezes passados nas ex-colónias Britânicas, em que o deslocamento das personagens como que exponenciava a complexidade das relações humanas.

Maugham teve regularmente obras suas transpostas para o grande ecrã (começando em 1915 e incluindo uma adaptação de 'Chuva' em 1928, realizada por Raoul Walsh e protagonizada por Gloria Swanson) até aos anos 70, sendo que depois o interesse começou a diminuir. Contam-se apenas duas nos anos 80 (sendo uma de 'The Razor's Edge' com Bill Murray no principal papel!), nada nos anos 90, surgindo 'O véu pintado' como a terceira nesta década, depois do muito interessante 'As paixões de Julia' de há 3 anos. Aliás esta é já a segunda adaptação ao cinema de 'The Painted Veil', tendo a primeira ocorrido há 73 anos com nada mais nada menos que Greta Garbo no principal papel.

Mas vamos então finalmente ao filme: pode-se dizer que vale apenas pela sua história, ou seja, por Maugham, o que talvez justifique o tempo que gastámos a falar dele. De facto a realização de John Curran (autor do falhado 'Desencontros') é do mais desenxabido possível, contagiando inclusive o seu par de protagonistas, Norton apagadíssimo, Naomi Watts (de cabelo castanho, aarrrgh!) a tender para um overacting pouco usual. Só os secundários se safam, com destaque para o sempre bom Toby Jones (o Capote de 'Infame'). Mesmo o argumento é demasiado esquemático, obliterando muito a judiciosa trama de Maugham, sobre um casal em crise na China, em que o marido traído arrasta consigo a mulher para o meio duma terrível epidemia de cólera. Ainda assim, o enredo sobrevive a tudo e prende-nos a atenção até ao fim. Mas, claro, para o conhecer mais vale ficar no sofá e ler o livro.
The Painted Veil, Grã-Bretanha, 2006. Realização: John Curran. Com: Naomi Watts, Edward Norton, Liev Schreiber, Toby Jones, Diana Rigg.

2 comments:

Hugo said...

Somos dois a ter ficado "conhecidos" de Somerset Maugham graça aos Livros do Brasil. No meu caso, foi "Servidão humana" que me deixou rendido :-)

Harry_Madox said...

É uma pena que 90% das adaptações cinematográficas de escritores que admiramos nos desiludam...