Recent Posts

21.8.08

WALL-E



A primeira meia hora de WALL-E é um portento visual, sem palavras, cinema puro. Depois, quando o simpático robot sai da terra, o filme ‘normaliza’, apesar de alguns momentos muito bons (a dança de WALL-E e Eve no espaço, a fuga dos robots avariados), para no regresso ao planeta terminar novamente em grande.

Tudo somado, é uma das melhores e mais originais animações dos últimos anos, apesar de eu achar que podia ter ido ainda mais longe.
WALL·E, E.U.A., 2008. Realização: Andrew Stanton. Longa-metragem de animação.

6 comments:

P.R said...

Boas, sou um leitor assiduo deste blog.e gostava de te lançar um desafio: o Take a Break está neste momento à procura de um novo colaborador e eu acho que serias um excelente candidato. O que te parece? Tens mais informações no blog!

Contamos contigo

http://takea-break.blogspot.com

The Nader said...

Ainda não o vi, mas tudo indica ser mesmo muito bom.

O Puto said...

Um dos melhores de animação que vi nos últimos anos.

menina limão said...

a primeira meia-hora é brilhante e depois descamba - um desperdício. depois dessa meia-hora, o filme transforma-se num produto banal, uma história da carochinha, mil vezes vista por aí.

menina limão said...

a primeira meia-hora é brilhante e depois descamba - um desperdício. depois dessa meia-hora, o filme transforma-se num produto banal, uma história da carochinha, mil vezes vista por aí.

Harry_Madox said...

Sim, descamba um bocado. Ainda assim, é das melhores animações que tenho visto. Que eu não concordo nada, nadinha, que da pixar só saem obras-primas, etc.