Recent Posts

21.1.10

Top 15 Filmes de Terror - 5º ao 2º

5.
A Semente do Diabo
Rosemary's Baby, Roman Polanski, 1968


Mais uma obra-prima do terror em que tudo se passa ao nível da sugestão (repare-se que nunca chegamos a ver o bebé do título original). Rosemary é vítima do Diabo ou apenas dos seus pesadelos induzidos pela culpa Católica? Eis uma das maiores provas do génio de Polanski, realizador que hoje em dia anda nas bocas do mundo por infelizes razões extra-cinematográficas.

4.
O despertar dos mortos-vivos
Night of the Living Dead, George Romero, 1968


Esta obra de estreia de Romero não é o primeiro filme de zombies, mas é seguramente o mais influente, definindo as regras que todos seguiriam depois. Há quem defenda que esta fita série B, filmada a preto e branco, misturando um estilo documental com gore e humor, foi o primeiro filme de terror a reflectir a sensação de mal-estar da sociedade sua contemporânea (o Vietname, o racismo, etc.). Como cereja em cima do bolo, tem o final mais cínico da história do cinema.

3.
Os Pássaros
The Birds, Alfred Hitchcock, 1963


Há quarenta e tal anos que os espectadores se perguntam, ao assistir a este filme: 'Porque é que os pássaros atacam?'; pergunta que Hitchcock deixa implacavelmente sem resposta. É um mal 'sem culpa', o que angustia e desorienta o espectador, que não tem qualquer tábua racional a que se agarrar.
Por isso, este que é talvez o filme em que Hitch mais se aproximou do filme de terror 'convencional', é uma das suas mais fascinantes e enigmáticas obras.

2.
Psycho
Psico, Alfred Hitchcock, 1960


Ao contrário da maioria dos meus confrades hitchcockianos, sabe-se lá porquê Psycho não estava entre os meus filmes preferidos de Hitch, até que uma revisão recente o pôs no seu devido lugar: no topo da sua obra, ou seja, entre os melhores filmes da história do cinema. E, como quase todos os filmes de Hitch, presta-se a múltiplas leituras, agradando a todos os públicos, desde os amantes de filmes de suspense/terror pipoqueiros, aos mais exigentes exegetas. Zizek, por exemplo, em 'Lacrimae Rerum' teoriza sobre o facto de, caso tivesse sido Frank Gehry a construir o Motel Bates, não teria havido a necessidade de Norman matar as suas vítimas...

10 comments:

Terror no Blog said...

Muito legal este teu ranking, mas principalmente os teus comentários sobre os filmes de terror, aguardo curiosamente saber qual é o primeiro.

Harry_Madox said...

Obrigado. Amanhã sai o 1º ;)

José said...

Gosto mais do novo visual que de filmes de terror.
Quanto à lista, só vi 4: abomino 2, dos outros 2 não me lembro, mas quero rever.
Quero bastante ver o Peeping tom. O Karlheinz Böhm está francamente assustador num dos meus filmes-fetiche: Martha.

José said...

Curioso, acabo de descobrir que tenha cá o Peeping tom. Talvez veja.

Harry_Madox said...

Hahaha, quais é que abominas?

José said...

(pausa no Peeping tom, para o chá)
O Sexto sentido e A descida. Pensando melhor, não abomino o primeiro, talvez também não abomine o segundo. Exagerei, até porque, assim de repente, não me lembro de nenhum filme que possa dizer abominar. Tenho um coração demasiado grande. Digamos que são dois filmes que me disseram pouquíssimo, pronto.

Harry_Madox said...

O Shyamalão dou de barato, mas como é possível não gostar de um filme com miúdas à pancada? Parece-me mal.

Harry_Madox said...

PS: Tive que ir ao IMDB para descobrir o que é o Martha. Conheço pessimamente o Fassbinder:(

José said...

O Fassbinder é dos meus preferidos.
Vi o Peeping tom. Gostei, sim, mas o Bohm está mais assustador no Martha. Eh, eh.

Harry_Madox said...

Tenho que o ver. Já são dois filmes a descobrir aqui pelos comentários, está a correr bem.