Recent Posts

12.11.10

Qual é o maior realizador Italiano?

Vote na sondagem aqui ao lado! Desta vez, para facilitar a vida aos estimados leitores, é permitido votar em (até) 3 opções. Começo eu: voto em Fellini, Zurlini e Antonioni.

11 comments:

Álvaro Martins said...

Visconti

Harry_Madox said...

:)

AMC said...

Quase: Visconti, Fellini e, claro, Antonioni.
Abraço,
André

hqsubversiva said...

Leone, Antonioni e Fellini, claro

Harry_Madox said...

Fico contente por já mais alguém ter votado no Zurlini, além de moi même!

Sérgio Lavos said...

Harry, eu fico contente pelo Zurlini estar quase em primeiro. Será o meu primeiro, antes do Antonioni. O terceiro é o Moretti, apesar do Leone e do Rossellini. Para Fellini, nunca tive paciência.

José said...

Também não tenho grande paciência para o Fellini. Curiosamente, vi ontem o La prima notte di quiete, de que gostei muito. E jamais esquecerei que foi o Antonioni quem me desvirginou.

Harry_Madox said...

'La Dolce Vita' é um dos filmes da minha vida, foi um dos primeiros onde descobri que um filme não tinha que ser "contar uma história". Só por isso Fellini tinha que estar nos meus 3, apesar do Moretti e do Pasolini.

AMC said...

Claro que os meus 3 votos foram para os grandes representantes universais do cinema italiano, mas não me posso esquecer do Pai Rossellini, seria, porventura injustamente, o 4.º depois do trio (mas qualquer escolha implica sempre uma certa dose de dor, e os outros não consigo dispensar). Por outras palavras, votei naqueles que o comum dos mortais se recorda quando se fala em cinema italiano. Todos os outros que constam da lista poderiam merecer o meu voto, com a excepção do pateta Begnini e de Zurlini (suponho que não vi nenhum filme dele, há, no entanto, uma colecção da Midas - caríssima, diga-se - com 4 filmes dele, que talvez adquira no dia do aderente, do papel de alumínio e Vegetal, e de sacos para cubos de gelo). Mas na secção "outro" ainda me lembrei do Scola, Monicelli, De Sica, e dos mais contemporâneos Bellocchio e Tornatore. Lembrei-me destes e decerto que me esqueci de tantos outros.
E deixo ficar mais um trio notável, talvez dos mais esquecidos ou menos mencionados, dos três realizadores escolhidos Ossessione (V.), I vitelloni (F.) e Il deserto rosso (A., o menos aclamado da tetralogia da incomunicabilidade, transformando, talvez por isso, em trilogia por sacrifício deste).
Abraço,
André
PS - Devia ter trocado o Antonioni pelo Pasolini (não pelos croissants, esse era o D.), mas para ser coerente com os restantes: marxistas e bissexuais :)
PPS (almost off topic) - E como seria de esperar Godard não se dignou a aparecer para receber o Óscar honorário. Continua o mesmo.

Harry_Madox said...

O De Sica está na lista e já foi votado! Quanto à caixa do Zurlini é cara mas vale a pena... Foi o último que eu descobri dos 'grandes', mas entrou logo para os preferidos.

Ab.

AMC said...

Tens toda a razão. As minhas desculpas, o Vittorio consta da tua lista. Na altura devia estar sob o efeito de "la prospectiva" felliniana... :)