Recent Posts

7.6.11

A árvore da vida


O início de 'A árvore da vida' pareceu-me um '2001' de 2ª categoria. Depois, bom, depois pareceu-me que o filme não tinha personagens de carne e osso. E nem é só Sean Penn , que de facto não existe, são todas as outras, pouco mais que lugares comuns: o pai autoritário que persegue e falha o sonho americano (Brad Pitt sempre com ar de pacóvio), o filho revoltado (e o miúdo é fantástico), a mãe aluada (a muito bela Jessica Chastain). E não é a insistência em pôr banalidades a serem - sempre - sussurradas, com música clássica em fundo, e sobre grandes planos, que dá profundidade à coisa.

'A árvore da vida' pareceu-me alternadamente fastidioso, pedante e irritante. E a parte final, estilo New Age, a que só faltam as pan pipes, pareceu-me mesmo pavorosa (Aronofsky foi crucificado por menos aquando de 'The Fountain', mas Malick tem outro estatuto perante a generalidade da crítica). Definitivamente, este cinema não é para mim.

The Tree of Life, E.U.A., 2011. Realização: Terence Malick. Com: Brad Pitt, Jessica Chastain, Sean Penn, Dalip Singh, Joanna Going, Tye Sheridan.

6 comments:

O Homem da Espora de Roseta said...

Pedante é a palavra chave.

Harry_Madox said...

É um bom bocado, é.

Ana said...

Ah bom, assim fico mais descansada!

Harry_Madox said...

Não me digas que achaste o mesmo ;)

Ana said...

Não consigo entender a loucura à volta do filme e é bom saber que pessoas que percebem do assunto também não gostaram. :-)

Harry_Madox said...

Deves estar a falar do 'Homem da Espora de Roseta' :)