Recent Posts

7.7.07

Renascimento



Qualquer amante de ficção cientifica verá este filme com agrado, penso. Não sendo particularmente original, é assim uma espécie de súmula aprazível do género: uma cidade futurista (Paris) como cenário, como tema a busca da imortalidade, o progresso cientifico como ameaça, etc.
Paradoxalmente, onde o filme falha, é na sua maior aposta: o uso da mesma técnica de Sin City, que consiste em captar os movimentos dos actores passando-os depois para animação. Ao contrário do filme de Roberto Rodriguez, que usava sabiamente este factor, conjuntamente com o uso do preto e branco, para reinventar inteligentemente o film noir, aqui não se vê que mais-valia estes dois aspectos tragam. Pelo contrário, sugerem antes assim como que uma leveza de desenho animado, que não favorece em nada o ambiente do filme. Não é por este se passar em 2054, que não sentimos falta de mais 'carne e osso'...
Renaissance, França/Grã-Bretanha/Luxemburgo, 2006. Realização: Christian Volckman. Longa-metragem de animação.

2 comments:

Sérgio Alpendre said...

uma breve propaganda. creio que o colega de Liga irá perdoar:

a Revista Paisà, que edito com Filipe Furtado, acaba de publicar em seu site uma lista de vinte filmes brasileiros de todos os tempos, com o auxílio precioso de nossos redatores. espero que gostem.
www.revistapaisa.com.br

wasted blues said...

Vi o filme no fantasporto deste ano e fiquei bastante desiludida. Considero que esgotado o virtuosismo visual (e que se esgota rapidamente), pouco mais resta do que piscadelas de olho pouco subtis e muitos clichés da fc :S