Recent Posts

31.7.08

Os amores de Astrea e de Celadon



Adaptação de uma obra do século XVII de Honoré d`Urfé, esta nova obra de Rohmer é algo desconcertante por trás da sua aparente simplicidade.

É assim uma espécie de teatro filmado, em que os actores vão declamando pelos bosques, encarnando pastores, druidas e ninfas, exalando um erotismo subtil (aqueles vestidos translúcidos...), possuídos de uma graça quase etérea, emersos num irreal ambiente mágico e antigo.

Mesmo tomando um texto alheio de há quatro séculos, não escapará a nenhum fã de Rohmer que os dilemas morais e amorosos de Astrea e Celadon na Gália do século V, rimam com os dos jovens nossos contemporâneos dos 'Contos Morais' ou dos 'Contos das Quatro Estações'.

E, se no global, talvez não se atinja aqui o nível dos melhores daqueles (fasquia elevadíssima, note-se), é no entanto um filme que possui aquela singeleza e despojamento que só os velhos mestres conseguem alcançar.

Les Amours d`Astrée et de Céladon, França/Itália/Espanha, 2007. Realização: Eric Rohmer. Com: Andy Gillet, Stéphanie Crayencour, Cécile Cassel.

2 comments:

Rui Luís Lima said...

Mais uma vez Rohmer consegue surpreender-nos, com este filme fascinante.
cumprimentos cinéfilos
Rui Luis Lima

Harry_Madox said...

Sempre em grande forma. Infelizmente, talvez este tenha sido o seu último filme.