Recent Posts

2.10.08

Destruir depois de ler



O filme dos irmãos Coen de que mais me lembrei ao ver ‘Destruir depois de ler’ foi ‘Fargo’: pelo absurdo das situações, pelo argumento (um par de cromos cria uma confusão incrível), pelo tom ‘low-key’ (apesar do leque de estrelas, talvez por ser uma comédia, parece claramente um filme menos ambicioso que ‘Este país não é para velhos’), até pelo papel dominante de Mrs.Joel Coen, Frances McDormand.

Já alguém definiu o pessoalíssimo universo dos irmãos Coen como sendo uma mistura de ‘hard boiled’ com ‘screwball’, sendo que neste filme é a segunda componente que domina, numa proporção inversa à de ‘Fargo’.

Não obstante os seus notáveis méritos – elenco fantástico; realização impecável, fluida, cheia de ritmo (os manos estão em grande forma); argumento engenhoso, inteligente, observador – que o tornam um grande divertimento, não me parece ter a gravitas de um clássico como ‘Fargo’. Pareceu-me mais um excelente ‘filme de intervalo’, uma inteligente variação dos temas de sempre dos realizadores, do que um dos seus filmes topo de gama.

Por outras palavras, achei-o um grande filme menor dos Coen.

Burn After Reading, E.U.A., 2008. Realização: Ethan e Joel Coen. Com: George Clooney, Frances McDormand, Brad Pitt, John Malkovich, Tilda Swinton, Richard Jenkins, David Rasche, J.K. Simmons, Olek Krupa.

4 comments:

fes said...

acho a definição "filme de intervalo" em excelência, perfeita para definir este último projecto dos irmãos. E sim também o acho um filme menor, mas na verdade saí surpreendida. Entrei com baixas expectativas, e saí divertida.

bj

Harry_Madox said...

:)

Luís said...

um grande filme menor dos Coen, é um grande filme ponto!

O Puto said...

Estes senhores não sabem fazer maus filmes. Nem mesmo assim-assim. Divertido, inteligente, cheio de singularidades e com uma argumento cheio de situações caricatas, como é habitual nos filmes deles.