Recent Posts

6.7.10

Partir


Suzanne é uma fisioterapeuta inglesa que veio para França trabalhar como au pair, casa com um médico local e assim ascende à burguesia bem instalada. Até que um dia se apaixona por um operário que vem fazer obras a sua casa e larga tudo por ele. Mas depressa descobre que a força do dinheiro (do marido) é muito poderosa…

‘Partir’ apoia-se numa grande actriz – Kristin Scott Thomas – e na câmara elegante de Catherine Corsini para ir prendendo o interesse do espectador mas, apesar de na última meia hora os acontecimentos se telenovelamexicanizarem, não deixa de lhe faltar sal, algo que o torne precisamente mais que uma história que vai prendendo a atenção do espectador.

2010 é o ano dos filmes bem cozinhados mas insossos.

Partir, França, 2009.  Realização: Catherine Corsini. Com: Kristin Scott Thomas, Sergi López, Yvan Attal, Bernard Blancan, Aladin Reibel, Alexandre Vidal.

2 comments:

Ana said...

Verdade. Mas ela compensa.

Harry_Madox said...

Sim, vale sempre a pena acompanhar Kristin Scott Thomas.