Recent Posts

21.12.11

Filmes famosos que eu nunca vi


Respondendo ao desafio de um amigo, assim de repente, cá vão os 5 casos mais gritantes:

- A saga Star Wars
- A saga Harry Potter
- Titanic
Os condenados de Shawshank (só incluo este porque parece que é o filme melhor pontuado no IMDB)
- A  trilogia de Apu (confesso que estes clássicos de Satyajit Ray são a única falha desta lista que tenciono colmatar)
 
E o caro leitor, quais são as suas falhas?

8 comments:

Lia Ferreira said...

Ahahahahah! Esta é a melhor corrente de todas! :))

(Eu nem vou responder porque teria tanto para dizer!.. dos suecos aos franceses que só vi em pequena - numa espécie de terapia de choque cultural que o meu pai me infligia... :)

Harry_Madox said...

He he :)

Fátima Laouini said...

Star Wars e Harry Potter não me dizem nada:) Passaram-me ao lado:) Vi Titanic e na altura gostei (sorry???:))
Descobri o seu blogue agora. Vou cá voltar com mais tempo. Ah se vou!
Ah adorei o filme que dá título ao blogue...belo western.

Harry_Madox said...

Obrigado :)

AMC said...

Ó homem,
Eu tenho falhas de uma magnitude considerável - ainda pouco Truffaut (dos 4 dos Cahiers é sem dúvida o mais negligenciado por mim), Eisenstein e Kurosawa, só para citar alguns - mas considero imperdoável (Unforgiven, o de Huston e o de Eastwood, gostei de ambos - embora o primeiro seja The e o tenha visto quando tinha uns 12 anos, e chama-se, salvo erro, O Passado Não Perdoa) não teres visto Os Condenados de Shawshank, é dos filmes mais tocantes, humanos e belos que eu já vi - técnica, ética e esteticamente perfeito. Darabont jamais repetirá aquele prodígio, de uma mise-en-scène sublime. É popular e muito apreciado por não cinéfilos (mas também, note-se, por imensos cinéfilos bastante exigentes que eu conheço), paciência, há que ignorar essa coisa do popularucho. O Silêncio dos Inocentes é o filme da vida do Cristiano Ronaldo e de muita gente daquela estirpe apimbalhada, mas não deixa de ser um filme estrondoso - ainda me lembro da arrepiante surpresa quando o vi no saudoso Sala Bebé, porque me havia escapado antes dos Óscares; o filme de Hopkins, Foster e C.ª tinha estreado quase 1 ano antes, e é o melhor filme do subavaliado Demme.
Quanto à hexalogia (suponho que não inventei esta palavra...) de Lucas, esquece os I, II e III (ou seja, os mais recentes), vê o IV, para veres o V (o melhor de todos), e já agora o VI, embora este seja mais fogo-de-artifício.
Titanic bastou-me uma vez, é deplorável.
Dos Apu (Aliança Povo Unido, predecessora da CDU do camarada Jerónimo) só vi o O Mundo de..., logo, tal como tu, estou numa situação ainda embaraçosa.
Harry Potter, vi o 1.º e Nunca Mais (momento publicitário), ou jamais (deve ler-se jamé), passará outro pelos meus olhos sensíveis :)
E já agora confesso uma grande falha minha, a que chamo "Falha Westerniana", (ainda) não gosto do género, logo só vi os mais icónicos e badalados. Suponho que nunca vi o teu Vidor epónimo. Eu sei, é imperdoável, uma vez mais...
Bom, mas há outras. Qualquer dia dedico-me a isso lá no pasquim.
Um grande abraço e um Feliz Natal para ti,
André

Harry_Madox said...

Ok, já me convenceste a ver Os Condenados de Shawshank e o Star Wars IV e V.

E concordo contigo que o Demme é subvalorizado, eu até do Filadélfia gosto muitíssimo. Quanto ao Duelo ao Sol nem é bem um western, é mais um melodrama barroco em technicolor, eu sei lá...

Um grande abraço e boas festas para ti também.

João Palhares said...

Citizen Kane (!!)

Os Harry Potters deixei de os ver para aí a partir do terceiro, e nem sei como cheguei a tanto..

Os Apus são muito bons!

Harry_Madox said...

O Citizen Kane dá direito a 100 pontos!! ;) Eu já o vi umas quantas vezes, acho que é mesmo uma lição de cinema, etc, etc.

Os Apus não passam de 2012!