Recent Posts

16.1.12

E vão 6 sempre em grande


(6 temporadas sem jamais baixar o nível é obra)

8 comments:

Loot said...

Que sorte. Eu por acaso não sou nada dessa opinião.
Já não tinha sido grande fã da 3º e estas duas últimas para mim foram bastante aborrecidas. A 6º então :S
A mudança na relação com a irmã, e até dexter parece menos expedito. Não gostei.
Mas a 1, 2 e 4 ninguém lhas tira são muito boas. A 4 então é qualquer coisa.


Não baixar o nível acontece em the Wire isso sim :D

abraço

Harry_Madox said...

Eu empanquei na 1ª série do Wire, mas tenho que retomar.

Quanto ao Dexter gostei mesmo de todas as temporadas!

abraço.

Ricardo Gross said...

Vou a meio da 4ª temporada de DEXTER e está ao rubro. A Debra é um belo retrato de mulher (sobrevivente do caos que a própria cria à sua volta), ao passo que Rita é a imagem do pesadelo doméstico, cobrador e sufocante, mascarado de ternura.

Já THE WIRE é a melhor série que alguma vez vi. Foi preciso insistir um pouco porque somos atirados para aquela realidade e tens de te orientar sozinho. Não há melhor ilusão de interatividade que esta.

A seguir quero voltar a MAD MEN, 4ª época também. E começar a ver JUSTIFIED, que tem três temporadas no activo.

Abraços

Lia Ferreira said...

Eu não tenho acesso à televisão em minha casa (as miúdas monopolizaram aquilo) e portanto já me dou por contente por ter posto a gravar o Alf e o Verão Azul na RTP Memória porque sempre prefiro cantar o "no, no, no nos moverán" do que saber de cor os diálogos da Hannah Montana (que já sabia!).
Também fui buscar os Fraggles à net.
E pronto. :)

de resto continuo a ter 365.493 filmes para ver... mais coisa, menos coisa... se eu agora me metia nas séries...

Harry_Madox said...

Eu nunca vejo TV (só os jogos do Sporting!), as raríssimas séries que vejo ou compro ou vou à net.

Aí há tempos comprei precisamente o Wire, mas como disse empanquei algures a meio da primeira série. Mas os elogios são tantos que de certeza que vou voltar a ela. Nunca vi o Mad Man (!) nem o Justified, mas comecei ontem a ver o Homeland, parece-me que gostei o ssuficiente para continuar.

p.s.: RG: A 4ª série do Dexter é provavelmente a minha preferida. E muito haveria a comentar sobre o que dizes, mas como ainda vais a meio não posso mesmo!

p.p.s.: LF: Nem consigo imaginar o que acharia hoje em dia do Verão azul e do alf, de que era grande fã há vinte e tal anos...

Lia Ferreira said...

Spoooooorting!

:)

Ricardo Gross said...

Vi os três primeiros episódios da 5ª série e estou a gostar. O Dexter liberto do peso da família (a criança até ver está muito secundarizada) é outra coisa. Um homem e a sua consciência (preenchida muitas vezes pela figura do pai). É um recomeço, para mim. Já não havia muito a fazer no capítulo melodramático.

Harry_Madox said...

De acordo. E acho que a 5ª e a 6ª série te dão razão, nomeadamente sobre a Rita.