Recent Posts

30.10.05

Wallace & Gromit: A maldição do Coelhomem



Confesso que este era um dos filmes mais aguardados por mim de há uns tempos para cá, o que me levou, coisa rara, a ir vê-lo logo na estreia. O motivo é simples: as 3 obras-primas protagonizadas pela dupla Wallace e Gromit nas curtas-metragens 'A grand day out' (1989), 'The Wrong Trousers' (1993) e 'A Close Shave' (1995). Depois delas, Nick Park treinou a mão numa longa-metragem realizando 'A fuga das galinhas' em 2000, para então se dedicar ao projecto de passar os seus geniais personagens para um filme de hora e meia em vez da meia hora habitual. Não se pense que a duração é uma questão de somenos: a rodagem de 'A Maldição do Coelhomem' começou no ano 2000, tendo demorado 5 anos até estar concluída! Nick Park e o seu pessoal dos estúdios Aardman utilizam bonecos de plasticina, dispensando quase totalmente a tecnologia digital, filmando fotograma a fotograma o que implica que um dia de trabalho rentável produza qualquer coisa como 10 segundos de filme!
A 'Maldição do Coelhomem' segue o mesmo modelo das duas ultimas curtas-metragens da dupla (ambas premiadas com o Oscar): os dois protagonistas vêem-se envolvidos numa história tipo policial, sendo que o ‘criminoso’ aqui é um coelho gigante que ameaça arruinar o Festival Anual de Vegetais Gigantes da Marquesa Florinda de Belaflor. Wallace como responsável pela Anti-Peste, tentará apanhar o coelho com a ajuda das habituais engenhocas que inventa, metendo-se pelo meio em inúmeros sarilhos e acabando o inteligente Gromit por salvar a situação. Este modelo atingira um cume inultrapassável a nível técnico, de ritmo narrativo, de imaginação, em 'The Wrong Trousers' e 'A Close Shave', pelo que as expectativas eram elevadíssimas. Conseguiria Nick Park manter este nível numa longa-metragem? Eu diria que não totalmente, mas esteve lá perto. O virtuosismo técnico mantém-se intocável, a imaginação também continua em alta, estando o filme cheio de piscadelas de olho cinematográficas, que vão desde os filmes de terror da Hammer ao King Kong - aliás a própria história é uma engraçada variante de um tema muitas vezes passado no grande ecrã (não digo qual para não estragar a surpresa). Penso que só falta ao filme conseguir manter o impecável ritmo das curtas-metragens que o precederam (certamente mais difícil quando a duração é 3 vezes maior), faltando-lhe também algum ‘golpe de asa', algum detalhe genial que marque, como o pinguim que se disfarçava de galinha em 'The Wrong Trousers', por exemplo. Mas tenho consciência que o defeito está do meu lado, que me habituei a exigir de Nick Park nada menos que uma obra-prima em cada filme, reclamando (pouquinho) quando ele se fica, como é o caso, por um filme muito bom!
Wallace & Gromit in The Curse of the Were-Rabbit, Grã-Bretanha, 2005. Realização: Nick Park e Steve Box. Longa-metragem de animação. Vozes (originais): Peter Sallis, Ralph Fiennes, Helena Bonham-Carter, Peter Kay.

5 comments:

mr pavement said...

imperdível.

cumprimentos.

O Puto said...

Muito bom, mesmo na versão portuguesa.

Unknown said...

Eu também vi a versão portuguesa, o que me incomodou um pouco. Seja como for, é de facto imperdível em qualquer caso!

nuno said...

revi recentemente em cinema o the wrong trousers... fabuloso!!!

Unknown said...

Sem dúvida! E é o meu favorito!