Recent Posts

10.7.07

Top Filmes Brasileiros


A excelente Revista Paisà, editada pelos meus colegas da Liga dos Blogues Cinematográficos, Sérgio Alpendre e Filipe Furtado, publica um TOP 20 dos filmes Brasileiros de sempre. Recomendo veementemente a leitura do Top completo e comentado, mas parece-me interessante deixar aqui o TOP 10, por um motivo muito simples: penso que se há filmografia que é desconhecida por cá, é a Brasileira. Lanço mesmo a provocação: quantos dos filmes listados são por cá conhecidos? Mais: quantos dos realizadores o são? Só mesmo Glauber Rocha, e mesmo esse...

1 – Limite, de Mário Peixoto (1931)
2 – Terra em Transe, de Glauber Rocha (1967)
3 – Bang Bang, de Andrea Tonacci (1970)
4 – Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha (1964)
5 – São Paulo S.A., de Luis Sérgio Person (1965)
6 – O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla (1968)
7 – A Mulher de Todos, de Rogério Sganzerla (1969)
8 - Cabra Marcado para Morrer, de Eduardo Coutinho (1984)
9 – Vidas Secas, de Nelson Pereira dos Santos (1963)
10 - A Hora e a Vez de Augusto Matraga, de Roberto Santos (1965)

11 comments:

Hugo said...

Só vi 3....os do Glauber e do Nelson Pereira dos Santos. 3 filmaços

Harry_Madox said...

Hugo, eu sabia que se houvesse alguém a conhece-los, serias tu ;)

Peregrino a Meca said...
This comment has been removed by the author.
Peregrino a Meca said...

Engraçado, do top 10 ha:
1 filme de 1931
7 filmes dos anos 60
1 filme de 1970 (é quase anos 60)
e 1 filme de 1984.
Não conheço a filmografia brasileira, que tera certamente conhecido uma idade de oro, mas não havera por aqui um certo saudosismo bem luso?

Harry_Madox said...

Lá na revista Paisa, está uma boa análise deste top, desta e doutras particularidades.

Filipe Furtado said...

É bom dizer que a lista completa com os vinte filmes inclui mais dois filmes da decada de 80 (A Idade da Terra e O Imperio do Desejo) e dois filmes da decada atual (O Signo do Caos e Serras da Desordem, o último na verdade não entrou em cartaz até hoje). Isso dito, os dois filmes genuinamente novos são de veteranos que já tinham filmes no Top 10.

Agora isso que você é observar é curioso. Esta é a quinta lista feita desde meados dos anos 80 todas elas invariavelmente quase terminavam em 69 e incluiam só um filme posterior. A da Filme Cultura em meados dos anos 80 tinha Tudo Bem do Arnaldo Jabor (78); A da Cinemateca Brasileira (95) tinha Memorias do Carcere do Nelson Pereira (84), a da Folha de São Paulo (99) tinha Pixote do Hector Babanco (81) e a da Contracampo (01) também tinha Cabra Marcado para Morrer.

contra-regra said...

O meu preferido desses todos é Vidas Secas (pelo cachorro, Baleia, por minha admiração a Graciliano Ramos, por n motivos a relatar que não caberiam nesse post). Mas Cabra Marcado para Morrer e O Bandido da Luz Vermelha também são espetaculares!

(http://cave.zip.net): Balanço de Junho/2007.

Hugo said...

É pá, um tipo até fica encavacado com tiradas dessas :-)

Luís Alves said...

então e a Cidade de Deus? Será argentino?

Sérgio Alpendre said...

cidade de deus é brasileiríssimo. Mas muita gente aqui não se empolga com o filme. eu mesmo não gosto

Harry_Madox said...

Eu por acaso também não.